Caderno Propostas

Em setembro de 1993, durante o I Encontro Paulista de Ensino de Geografia, realizado em Campinas, a AGB-Campinas lançou o Caderno Propostas.

O caderno “Propostas” da Associação dos Geógrafos Brasileiros – Seção Campinas – resulta de um processo de discussões e reflexões em torno das práticas do cotidiano dos professores de Geografia e de outras áreas, que atuam e realizam pesquisas no ensino de 1º e 2º graus, em princípio na região metropolitana de Campinas.

A AGB – Seção Campinas surgiu através de um grupo de professores da rede estadual, que constantemente se reuniam para discutir, entre outros temas, as mudanças de currículo para o ensino de Geografia, a partir de 1986.

Em 19/06/89 aconteceu uma assembleia para formalizar a fundação da seção local da AGB-Campinas, momento este em que foi eleita a primeira diretoria da entidade.

Esta publicação pretende contribuir com reflexões acerca da prática de ensino em Geografia e áreas afins, fomentando o debate de propostas alternativas para o desvendamento da realidade.

Os artigos aqui apresentados pretendem mostrar diferentes experiências metodológicas, que surgiram dos questionamentos de professores e alunos em torno do processo ensino-aprendizagem, da desmotivação de alunos e professores com a Geografia e da necessidade de realizar trabalhos que envolvam uma participação mais ativa e efetiva da comunidade.

Os artigos aqui apresentados são de responsabilidade única de seus autores. Este Caderno tem o propósito de abrir espaço para a apresentação de ideias de diversas correntes do pensamento geográfico.

Finalmente, agradecemos a todos aqueles que nos estimularam e colaboraram para a concretização deste primeiro número.

Comissão Editorial

Neste número único — zero — foram publicados os seguintes textos:

Maquete dinâmica
Antonio Carlos Pinheiro, professor do CEFAM-Campinas e do Departamento de Geografia da PUCCAMP.

A experiência de um projeto de educação voltado para a realidade
Célia Gobbo, Amarildo Risatti, Ana M. V. Carodos, Angela M. Andrino, Aurélio Barreto, Carmem S. R. Paschoal, Devanil M . C. Sartori, Maria C. F. Belotti, Roberto Pigatto, Valdir A. Minucci, Vanilda M. de Brito, Vera L. Justo, José

Projeto Educação Ambiental nas Microbacias dos Córregos Areia e Areia Branca – Campinas/SP
Professores do Projeto Microbacias – Alcione, Valéria, Ana Lúcia, José Antonio, Gedeão, Alcântara, César, Lia, Márcia, Abadia, Júlia, Araci, Mário, Maria Galvão, Denise, Francisca, Sílvia, Solange, Fátima, Marli, José Luis, Alenice, Maria Sílvia, Cleide, Sandra, Maria de Fátima, Mário Luís, Jorge, Neila, Andréia, Geraldo, Rosemeire, Zélia, Vania, Sandro, José Carlos, Polle, Judite, Dalva, Sandro Márcio, Rosângela, Valdir e Isabel – projeto desenvolvido com apoio do Museu Dinâmico de Ciências de Campinas e 4ª Delegacia de Ensino de Campinas

Dramatização em sala de aula: uma alternativa metodológica…
Maria Antonia de Souza, professora de Geografia do CEFAM-Campinas e mestranda em educação na Unicamp

Maquete de Itu (uma experiência didática)
Salvador Carpi Júnior, mestrando em Geografia na Unesp Rio Claro

O que se pretende ao trabalhar Geografia Crítica no 1º grau
Silvia Regina Mascarin, diretora da EEPSG “Jamil Abrahão Saad”, assistente de apoio pedagógico da 1ª DE Campinas e diretora da AGB-Campinas

Faça o download do Caderno Propostas de 1993.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *