Ensayo político sobre la isla de Cuba

Biblioteca Digital da AGB-Campinas

Faça o download em PDF clicando na capa

29º título da coleção “Claves de América”, da Biblioteca Ayacucho, publicada pelo governo da República Bolivariana da Venezuela, trata-se de uma tradução para o castelhano atualizada do Essai politique sur l’île de Cuba, obra publicada em Paris no ano de 1826 que ainda não conheceu uma versão na língua portuguesa. Nesta edição venezuelana, como é comum no espanhol, que adapta os nomes próprios, após duzentos anos de sua legendária viagem à América Equinocial, Alexander von Humboldt é apresentado como o exônimo Alejandro de Humboldt.

A passagem do cientista prussiano por Cuba, entre dezembro de 1800 e março de 1801,  é certamente menos conhecida do que aquela pela própria Venezuela, Colômbia e Equador, onde escalou o Chimborazo — na época, considerado a maior montanha do mundo.

Deve-se mencionar que houve um esforço em consultar o original em francês do terceiro tomo da obra Relation historique du Voyage aux Régions équinoxiales du Nouveau Continent, fazendo as adaptações necessárias da tradução do anônimo “J. B. de V. y M.”; bem como em atualizar as referências bibliográficas, algumas das quais indecifráveis pelas abreviaturas utilizadas; e, ainda,em adaptar as informações numéricas e estatísticas em tabelas, para uma melhor compreensão pelos leitores.

É uma leitura muito interessante, especialmente pelos apontamentos feitos por Humbolt, um abolicionista, sobre a escravidão em Cuba, em seu último capítulo.