História do Brasil de João Daniel Lima de Almeida

Clique na capa para baixar o livro

Os livros da série Manual do Candidato, publicados pela Fundação Alexandre de Gusmão, são compilações abrangentes do conteúdo cobrado no Concurso de Admissão à Carreira Diplomática (CACD), do Instituto de Rio Branco/Itamaraty, e seus volumes são escritos por especialistas. Os Manuais do Candidato constituem marco de referência conceitual, analítica e bibliográfica das matérias exigidas CACD. São oito títulos da série, que podem ser baixados a seguir:

Todos os livros foram tirados do ar em dezembro de 2018. O motivo? O seguinte parágrafo do livro História do Brasil:

“Esquecidos salarialmente. Abandonados do ponto de vista dos equipamentos, armas e material bélico. O caso mais recente é a novela da compra dos caças que já se arrasta há anos, na qual considerações políticas parecem se superpor às considerações técnicas e preferências da Aeronáutica. Ridicularizados em suas posições políticas anacrônicas. O clube militar que motivou a República, o tenentismo e debateu a questão do petróleo nos anos 50 é retratado hoje como uma máquina do tempo, nostálgica e o principal defensor dos interesses castrenses no Congresso é um zelota do porte de Jair Bolsonaro, que se orgulha de sua homofobia. Não poderiam estar em pior situação desde o período regencial. Por terem se descolado do resto da sociedade desde o final do Regime Militar foram relegados à irrelevância, posição profundamente perigosa em um país com pretensões internacionais de potência”.

O trecho faz referência a uma entrevista que Bolsonaro deu em junho de 2013 ao canal TWTV:

Trata-se de mais um caso de perseguição pessoal a intelectuais de um governo assumirá o comando do país no mês que vem.

Veja a cronologia dos acontecimentos:

  • Em seguida, a Fundação Alexandre de Gusmão retirou o livro e outros títulos da coleção de sua Biblioteca Virtual, sem explicações.
  • O autor João Daniel Lima de Almeida se manifestou nas redes sociais:

Comecei o dia sendo notícia no jornal o Globo por um texto que escrevi sobre 2013 e cuja opinião – histórica -sustento….

Posted by João Daniel on Monday, December 3, 2018