CAPES premia tese de Geografia da USP; UFES e Unicamp recebem menção honrosa

A tese de doutorado Redes digitais, espaços de poder: sobre conflitos na reconfiguração da internet e as estratégias de apropriação civil, defendida por Carolina Batista Israel em fevereiro de 2019 e orientada pela professora Mónica Arroyo no Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana da USP venceu o Prêmio CAPES de Tese 2020.

Receberam a menção honrosa as teses A cidade como espaço da batalha urbicida, de Márcio José Mendonça, defendida em agosto de 2019 na Universidade Federal do Espírito Santo, com orientação do professor Cláudio Zanotelli, e Espacialização e geocronologia das coberturas superficiais em terraços marinhos, fluviomarinhos e fluviais na foz das bacias dos rios Itapocu e Araranguá (SC) decorrentes dos episódios de transgressões e regressões marinhas associadas às oscilações/pulsações climática, defendida por Felipe Gomes Rubira na Unicamp em junho de 2019, orientado pelo professor Archimedes Perez Filho.


Rubira e Perez Filho participarão de webinar nesta quinta-feira à noite, no canal da AGB-Campinas no YouTube. As inscrições estão abertas.

Nesta quarta-feira, receberemos, também no YouTube, o ganhador do prêmio CAPES de Tese 2016 — Luis Henrique Leandro Ribeiro, que participará da mesa-redonda virtual Direito à cidade: a situação alimentar e a saúde em Campinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *