O centro de distribuição enquanto um objeto geográfico

uma proposta de abordagem territorial

  • Fernanda Laize Silva de Lima Universidade de São Paulo

Resumo

Este trabalho tem por objetivo refletir acerca do centro de distribuição, enquanto um objeto geográfico, considerando-o em sua dimensão territorial. Trata-se de um objeto típico do período da globalização, que difere dos armazéns tradicionais, pois é profundamente marcado pela difusão do meio técnico-científico-informacional, constituído por diversas inovações tecnológicas permeadas de alto conteúdo em informação, revelando-se, portanto, como uma estratégia logística e territorial, que confere maior fluidez e competitividade às empresas e aos lugares e que implica em novos usos do território.

Publicado
2022-04-13
Seção
Artigos