As rodas de samba do Distrito Federal brasileiro como patrimônio-territorial: uma construção metodológica

  • Vitor João Ramos Alves Universidade de Brasília

Resumo

Ao considerar as rodas de samba do Distrito Federal brasileiro como fenômeno produzido pela ação humana (a partir dos negros), expressadas como manifestação artística popular, que visibilizam e reforçam a presença e a participação dos negros no processo de formação da América Latina, da formação socioespacial brasileira e da formação do território do Distrito Federal, buscou-se com o presente trabalho apresentar a construção do percurso metodológico da tese de doutoramento intitulada “Patrimônio-territorial na América Latina: as rodas de samba como expressão de resistência negra no Distrito Federal brasileiro”, iniciada em 2017, na Universidade de Brasília, pelo Departamento de Pós-graduação em Geografia. Revelando os principais conceitos geográficos que serão trabalhados e os caminhos metodológicos adotados para a efetivação da pesquisa, o trabalho apresenta ainda a realização de uma devolutiva pública, como parte do compromisso firmado entre o pesquisador e a comunidade investigada.

Publicado
2019-12-27
Seção
Artigos