O problema da interpretação humanista do pensamento de Martin Heidegger na geografia humanista brasileira

  • Josimar Monteiro Santos Universidade Federal do Espírito Santo
  • Luiz Carlos Tosta dos Reis Universidade Federal do Espírito Santo

Resumo

O presente trabalho busca problematizar a interpretação humanista do pensamento do filósofo Martin Heidegger na vertente fenomenológica da geografia humanista brasileira. Essa problematização se organizou seguindo dois momentos, sendo o primeiro a demonstração da irredutível incompatibilidade entre o pensamento de Heidegger e o Humanismo que pode ser comprovada em sua obra de 1947, intitulada “Carta sobre o Humanismo”. O segundo momento se dedica à análise dos trabalhos do geógrafo Eduardo Marandola Jr., considerado um autor de referência da vertente fenomenológica da geografia humanista no Brasil no que tange a requisição do pensamento de Heidegger para fundamentar uma perspectiva humanista na geografia. Requisição essa contrária à própria posição do referido filósofo, como será demonstrado no desenvolvimento do presente texto.

Publicado
2019-12-27
Seção
Artigos