Produção da moradia e mercado imobiliário na cidade intermediária de Tandil (Argentina), a começos do século XXI

  • Alejandro Migueltorena Instituto de Geografía, Historia y Ciencias Sociales - IGEHCS (UNCPBA/CONICET)

Resumo

O objectivo deste trabalho consiste em analisar as características que assumiu a produção da moradia por parte dos actores imobiliários e os empresários da construção, na cidade de Tandil desde os primeiros anos do século XXI. A localização que esta cidade intermediária tem na rede urbana argentina, juntamente com o boom do turismo, o fluxo migratório de grandes aglomerações e algumas outras peculiaridades, definiu que os investimentos imobiliários e projetos urbanos adquirem certas singularidades, além da tendência geral que foi observado nacionalmente. Desta maneira, tenta-se compreender quais são as razões pelas que se incrementaram as dificuldades da população para aceder a um habitat digno mesmo em um contexto de crescimento econômico e por que, neste último período, a habitação foi consolidada como um ativo financeiro em em detrimento do seu valor de uso. Para abordar esses objetivos, utilizou-se uma metodologia de triangulação, combinando fontes secundárias de informação com entrevistas semiestruturadas realizadas com informantes-chave.

Palavras-chave: moradia, mercado imobiliário, acesso ao habitat, cidade intermediária, Tandil.

Publicado
2020-05-29
Seção
Artigos