As lógicas espaciais do sistema bancário em articulação às dinâmicas de valorização fundiária no uso capitalista do espaço em Presidente Prudente e São José do Rio Preto (SP)

  • Juliana Santos de Oliveira Instituto de Geociências - Unicamp
  • Bruno Pereira Reis Instituto de Economia - Unicamp

Resumo

Este trabalho tem como intuito analisar as articulações entre as lógicas espaciais do sistema bancário e as dinâmicas de valorização fundiária nas cidades de Presidente Prudente e São José do Rio Preto – SP nos anos de 2000 e 2010, avaliando suas repercussões na produção e uso do espaço urbano nestas cidades médias. A hipótese é de que há uma relação intrínseca entre a localização dos fixos bancários e as áreas de maior valorização fundiária nas duas cidades, reforçando processos de fragmentação e segregação socioespacial.

Biografia do Autor

Juliana Santos de Oliveira, Instituto de Geociências - Unicamp
Graduada em Licenciatura e Bacharelado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista - Faculdade de Ciências e Tecnologia - FCT Unesp, onde desenvolveu iniciação científica junto ao grupo de estudo e pesquisa GAsPERR (Grupo de Pesquisa Produção do Espaço e Redefinições Regionais), através do projeto de pesquisa intitulado "As lógicas do sistema bancário: reestruturação na cidade de Presidente Prudente e São José do Rio Preto", sob orientação da Profª -Dr. Maria Encarnação Beltrão Sposito. Mestranda no programa de pós graduação do Instituto de Geociências da Unicamp sob orientação do Profº. Dr. Márcio Antônio Cataia e bolsista FAPESP com o projeto intitulado "As lógicas espaciais do setor bancário: processos de modernização, dinâmicas econômicas e práticas espaciais no município de Campinas - SP."
Bruno Pereira Reis, Instituto de Economia - Unicamp
Geógrafo (licenciado e bacharel) formado pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista (FCT/ UNESP) Campus de Presidente Prudente ,com ênfase em Geografia Humana (Geografia Urbana e Geografia Econômica). Atuou como membro da Rede de Pesquisadores sobre Cidades Médias (ReCiMe) e participou como bolsista de iniciação científica (FAPESP) do Grupo de Pesquisa Produção do Espaço e Redefinições Regionais (GAsPERR) entre os anos de 2013 e 2015, tendo realizado Estágio de Pesquisa no Exterior junto à Universidade de Lleida (UDL-Espanha) e a Cátedra da UNESCO sobre Cidades Médias. Atualmente, é aluno do Programa de Pós-Graduação do Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (IE/ UNICAMP), vinculado ao programa de Desenvolvimento Econômico e ao Centro de Estudos do Desenvolvimento Econômico (CEDE).
Publicado
2018-05-12
Seção
Artigos