Memórias e formas urbanas: a reconstrução do núcleo urbano de São Luiz do Paraitinga e a preservação do seu patrimônio cultural

  • Carlos Murilo Prado Santos

Resumo

O artigo em questão faz uma análise do processo de reconstrução do centro urbano de São Luiz do Paraitinga, tomando a reconstrução a partir da produção dos espaços da cidade em sua totalidade. Fundada em 1769, São Luiz do Paraitinga possui um significativo conjunto arquitetônico tombado pelo IPHAN e pelo CONDEPHAAT, composto por imóveis que remontam aos séculos XIX e início do XX e uma série de manifestações culturais que remetem à memória do caipira paulista. Localizada na Serra do Mar, a cidade teve seu centro histórico inundado pelas águas do Rio Paraitinga em janeiro de 2010, o que levou à destruição de uma série de imóveis e bens tombados localizados nas partes baixas de seu centro urbano. Partindo de uma leitura espacial após sete anos de reconstrução, realizamos aqui alguns apontamentos a respeito dos métodos e técnicas adotados pelos órgãos de preservação brasileiros na cidade e os impactos no processo de produção do espaço local.
Publicado
2017-01-18