Formando leitores de mundo: algumas considerações sobre o ensino de Geografia no mundo contemporâneo

  • Eduardo Donizeti Girotto Departamento de Geografia, USP

Resumo

Nos últimos anos, temos buscado, em nossas pesquisas, discutir propostas para o ensino de geografia que superem a lógica conteudista que há mais de um século tem norteado a dinâmica desta disciplina escolar em nosso país. Em nossa perspectiva, tal superação pode ser construída reforçando a importância do desenvolvimento do raciocínio geográfico pelos alunos nas aulas de geografia. Neste trabalho reforçaremos este pressuposto, dialogando com as contribuições trazidas por Paulo Freire, que entende o diálogo do aluno com o mundo mediado pela palavra como fundamental para a formação de sujeitos capazes de construir sua ação de forma consciente e crítica. Em nossa perspectiva, o ensino de geografia a partir do raciocínio geográfico pode também contribuir neste processo, possibilitando que, ao se apropriarem da geografia, seus conhecimentos, linguagens e práticas, os alunos possam resignificar a relação que estabelecem com o mundo em suas diferentes escalas. 

Biografia do Autor

Eduardo Donizeti Girotto, Departamento de Geografia, USP
Bacharel, Licenciado, Mestre e Doutor pela USP. Professor do Departamento de Geografia da USP.
Publicado
2015-12-27
Seção
Artigos