Agricultura científica, modelo de agronegócio e land grabbing: formas renovadas de apropriação de recursos naturais na Argentina

  • Gabriela Inés Maldonado CONICET e Universidad Nacional de R´ío Cuarto - Argentina

Resumo

A expansão do modelo do agronegócio na Argentina, associada a um processo de mudança tecnológica iniciado na década de 1970 e fortalecida como modelo a partir da década de 1990, transformou o espaço rural e urbano do centro e do norte do país. Nesse sentido, o profundo vínculo entre ciência, tecnologia, informação e finanças é promovido e comandado por algumas empresas produtoras de sementes e insumos agrícolas e exportadores de grãos que, indiretamente, apropriam-se do recurso solo e renovam as formas de land grabbing. Nesta proposta, a análise da rede de unidades comerciais e armazéns de grãos das empresas transnacionais e nacionais instaladas na Argentina e o controle dos eventos tecnológicos ligados às sementes de soja serão combinados para explicar a complexidade do processo de apropriação de terras como uma característica distintiva das formas tradicionais de concentração de recursos naturais.

Biografia do Autor

Gabriela Inés Maldonado, CONICET e Universidad Nacional de R´ío Cuarto - Argentina

Investigadora Asistente del Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas de Argentina (CONICET) y Profesora Adjunta del Departamento de Geografía, Facultad de Ciencias Humanas, Universidad Nacional de Río Cuarto - Argentina.

Publicado
2019-05-25
Seção
Artigos